CBIE 2024

Logo CBIE 35 anos

Jornada de Atualização em Informática na Educação - JAIE

Sobre a JAIE

As Jornadas de Atualização em Informática na Educação (JAIE) constituem um momento de atualização científica e tecnológica para a comunidade de Informática na Educação (IE) do Brasil. As Jornadas são formadas por um conjunto de minicursos que focam em temas relacionados à área de IE, para a proposta dos quais estimulamos a participação de pesquisadores das áreas de Computação, Educação, Psicologia e afins.

Os temas dos minicursos devem ser atuais e direcionados à divulgação de ferramentas, técnicas, métodos e processos considerados importantes à evolução acadêmica ou profissional da IE. Considerando que muitos estudantes não teriam oportunidade de acessar tal formação por meio de cursos em suas instituições de origem, o minicurso deve refletir uma visão ampla da pesquisa na área, aprofundando-se em alguns de seus aspectos. Serão aceitas propostas que sintetizem o estado da arte ou da técnica e que ajudem a evoluir a área, mas destacamos que não deverão ser aceitos trabalhos de divulgação de resultados circunstanciais de teses, dissertações, projetos de pesquisa ou manuais de sistemas, entre outros.

Os trabalhos submetidos devem evidenciar como áreas específicas da Informática podem contribuir para a solução de problemas da Educação. Os textos submetidos devem apresentar uma visão geral e formativa da área escolhida e indicar exemplos práticos de aplicações da Informática na solução de problemas educacionais. Também é interessante que sejam feitas análises de possibilidades de inovação na Informática.

Os tópicos de interesse para os minicursos do JAIE 2024 incluem (mas não se restringem a):

  • Abordagens teóricas e metodológicas de fenômenos cognitivos relacionados à experiência humana (motivação, engajamento, emoções, interações sociais, estratégias, aprendizagem lúdica etc.) com tecnologias educacionais: incentiva-se, em especial, trabalhos que enfoquem IE na Educação Ambiental e na Educação Socioemocional.
  • Acessibilidade, diversidade e inclusão: fruição entre distintos pontos de vista e abordagens que guiem a concepção de soluções computacionais acessíveis à prática da Educação, descolonização da aprendizagem.
  • Engenharia de Software em IE: evolução de métodos e processos para desenvolvimento de software educacional, recursos educacionais abertos e objetos de aprendizagem; arquiteturas de software educacional; arcabouços e ferramentas de autoria; métodos para desenvolvimento colaborativo de materiais educacionais e afins.
  • Inteligência Artificial aplicada à Educação: sistemas multiagentes para Educação; sistemas de recomendação de conteúdo e de pessoas; avaliação; sistemas tutores inteligentes, sistemas de avaliação, chatbots e afins.
  • Interação Humano-Computador em IE: proposição de métodos e técnicas de concepção ou avaliação de novos estilos de interação que adotem variadas abordagens computacionais.
  • Sistemas Colaborativos em IE: fenômenos humanos, tecnológicos e híbridos com apoio computacional para contribuir com o desenvolvimento, uso, avaliação e análise de tais sistemas na educação.
  • Métodos e técnicas de análise e mineração de Dados educacionais: repositórios de objetos de aprendizagem; descoberta de conhecimento e busca por conteúdo educacional em banco de dados, Data-Driven na IE.
  • Computação Ubíqua: reflexões, métodos e técnicas que guiem a concepção ou avaliação de hardware que permitam a estruturação de situações ubíquas de aprendizagem (tais como: detecção de contexto de aprendizagem; ambientes de aprendizagem ubíqua; adaptação de espaços de aprendizagem; aprendizagem com dispositivos móveis, dentre outros).
  • Robótica Educacional: interação entre humanos e equipamentos em cenários de educação ou propondo métodos e práticas de ensino e aprendizagem com hardware dedicado para ensino.
  • Jogos em IE: desenvolvimento, avaliação e análise de jogos educacionais e o uso de jogos ou técnicas de jogos na educação (ludificação/gamificationgame designstorytelling, jogos sérios, jogos diversos, entre outros).
  • Realidade Virtual/Aumentada e Metaverso: noção de realidade e mundo quando aplicados ao projeto, avaliação e desenvolvimento de hardware software que estruturam situações de realidade virtual ou aumentada ou Metaverso no ensino.
  • Metodologias de pesquisa em IE: novas abordagens metodológicas que avancem o conhecimento sobre a concepção da pesquisa, filosofia e história da pesquisa em IE (nos moldes do material da CEIE em https://metodologia.ceie-br.org/).
  • Projetos de IE: metodologias de projetos (design) aplicados à concepção de tecnologias e métodos de ensino em IE.

O processo de seleção consistirá em duas fases. Na primeira fase, são selecionadas propostas de minicursos, priorizando aqueles que avancem a área da Informática na Educação em seus aspectos epistemológicos, ontológicos, metodológicos, tecnológicos ou de outra maneira que o autor entender poder contribuir. Na segunda fase, será avaliada a versão completa do texto final que será publicado no livro da Jornada e utilizado como material norteador da mesma durante o evento, conforme indicado no infográfico a seguir.

Na primeira fase, a seleção inicial das propostas será realizada com base em um processo classificatório, com avaliação e discussão das propostas pela Comissão de Avaliação. Os critérios de seleção incluirão:

  • Competência demonstrada do(s) proponente(s) na área do curso;
  • Relevância do tema proposto para a evolução da área de IE;
  • Qualidade da apresentação da proposta enquanto contribuição à evolução da área de IE;
  • Evidências da maturidade do tema proposto;
  • Currículo do(s) proponente(s);
  • Distribuição dos assuntos em várias áreas de IE, evitando assuntos já tratados recentemente em outras edições da JAIE;
  • Aderência às instruções desta chamada;
  • Pertinência e exequibilidade da metodologia de ensino a ser aplicada.
Os autores das propostas selecionadas para a segunda fase deverão preparar o texto que será utilizado como material didático do seu minicurso, que será incluído como um capítulo do livro a ser publicado. O texto passará por uma avaliação de revisores especializados e sua aprovação é uma condição para que o curso seja incluído no programa final da JAIE. A revisão das propostas levará os seguintes critérios em consideração:
  • Aderência à proposta inicial;
  • Corretude técnica do texto;
  • Qualidade da escrita;
  • Adequação da estrutura do texto enquanto material instrucional;
  • Aderência às instruções sobre a formatação do texto; 
  • Qualidade das figuras, tabelas, equações, entre outros; 
  • Qualidade dos resumos em português e em inglês. 
Destaca-se que, na segunda fase, os textos finais das propostas aprovadas poderão ainda ser desqualificados se não atenderem às condições necessárias para ser publicado como texto de um curso de atualização JAIE dentro do prazo informado pela organização do evento.

Os interessados em submeter seus trabalhos devem enviar os seguintes documentos em formato PDF::

  1. Artigo Completo: Limitado a 10 páginas, excluindo as referências, seguindo o formato estabelecido pela Sociedade Brasileira de Computação (SBC). 
  2. Declaração de Originalidade: Uma carta assinada pelos autores e orientadores, especificando uma das opções abaixo:
    • O ineditismo do artigo de 10 páginas, afirmando que ele não foi publicado anteriormente.
    • A existência de publicações anteriores em outros eventos ou periódicos, incluindo edições passadas do CBIE, que compartilhem o mesmo conteúdo do artigo submetido.
    • A submissão simultânea do artigo a outros eventos ou periódicos (incluindo o CBIE 2024), desde que ainda não tenha sido aceito. Neste caso, é necessário indicar o veículo de submissão.
    • Observação: Esta informação é importante para determinar se o trabalho é original e pode ser incluído nos anais do CTD-IE, ou se apenas um resumo deve ser publicado para evitar duplicidade com publicações anteriores.  Importante ressaltar que este detalhe não influenciará a avaliação da seleção ou rejeição do artigo. 
  3. Documento Completo: Incluir o texto integral do TCC, Dissertação ou Tese. 
  4. Comprovação Acadêmica: Diploma e comprovante de depósito do documento na biblioteca. Caso o diploma ainda não tenha sido emitido, é necessário fornecer uma Declaração de Conclusão (com data e assinatura da coordenação do curso), contendo:
    • Dados da(o) candidata(o), orientadores, instituições envolvidas, curso, título do trabalho;
    • Informação sobre a data em que a defesa ocorreu e o resultado (aprovação);
    • Instituição (tanto para tese, dissertação e TCC);

Alguns aspectos adicionais devem ser observados em relação à submissão e eventual publicação:

  • Todos os arquivos solicitados deverão ser submetidos exclusivamente em formato eletrônico (PDF), por meio do sistema JEMS;
  • O artigo deve ser escrito em português, espanhol ou inglês, respeitando o limite máximo de 10 (dez) páginas e o mínimo de 6 (seis) páginas, excluindo as páginas de referências;
  • O artigo deve deixar clara a contribuição do trabalho na área de Informática na Educação e a originalidade do tema;
  • O artigo deve obrigatoriamente seguir o modelo para publicação de artigos da SBC;
  • No artigo deve constar obrigatoriamente: título do trabalho, autoria, instituição/departamento no qual foi aprovado, orientador(a) e coorientador (es/as) com as respectivas afiliações, resumo/abstract e texto;
  • As submissões que não estiverem completas conforme os requisitos especificados pelo JEMS, incluindo os arquivos correspondentes devidamente enviados de acordo com as regras estabelecidas, serão imediatamente rejeitadas. Consequentemente, não participarão da Fase 1; 
  • Para os trabalhos aprovados na Fase 1, o artigo (ou resumo, caso o artigo não seja original) será publicado nos anais do CBIE, desde que o(a) autor(a) principal do trabalho defendido (TCC, dissertação ou tese) efetive sua inscrição no evento.

O artigo submetido na Fase 1 deve conter:

  • Uma visão geral sobre o tema com definição dos objetivos do trabalho e relevância da pesquisa;
  • O estado da arte/prática (trabalhos relacionados);
  • Os métodos científicos empregados (opcional para TCC);
  • A descrição e discussão dos resultados obtidos;
  • A conclusão com base nos resultados, relacionando-os aos objetivos do trabalho. Os casos excepcionais serão analisados pela comissão organizadora.
  • Ter no máximo 10 páginas (não contando referências) e no mínimo 6 páginas. 

A publicação do artigo nos anais do CBIE obedecerá às seguintes regras:

  • Se o artigo for original, será publicado o artigo completo;
  • Caso o artigo não seja inédito, ou seja, se já tiver sido divulgado em outro evento (incluindo edições anteriores do próprio CBIE ou no CBIE 2024), apenas um resumo de uma página, elaborado pelas autoras ou autores, será incluído nos anais do evento. Este resumo deve conter a referência completa da publicação anterior e ser submetido apenas na Fase 3. Contudo, é crucial destacar que, para a Fase 1, é necessário submeter o artigo completo, de 10 páginas, permitindo assim que os avaliadores realizem uma revisão adequada.
Os artigos aceitos serão publicados na SBC Open Lib, a biblioteca digital da SBC, na série Anais Estendidos do Congresso Brasileiro de Informática na Educação (CBIE-Estendido), disponível em https://sol.sbc.org.br/index.php/cbie_estendido/. Todos os artigos serão indexados com DOI.

Ao submeterem trabalhos ao CTD-IE, os autores reconhecem que estão em conformidade com o Código de Conduta para Autores em Publicações da SBC, o qual está disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/indice/conduta

Damos especial ênfase às diretrizes atualizadas sobre o uso de Inteligência Artificial Generativa na elaboração de textos de pesquisa. É mandatório que os autores declarem explicitamente qualquer emprego de ferramentas de IA Generativa, seja na fase de elaboração inicial ou nas revisões de seus trabalhos. Importante, essa declaração deve incluir não apenas a menção ao uso dessas ferramentas, mas também uma descrição de como foram aplicadas no processo de pesquisa ou escrita. O uso de tais ferramentas não exime os autores da responsabilidade sobre todo o conteúdo do artigo. Portanto, sugerimos que, ao final do processo de elaboração, os autores incluam uma declaração confirmando que a versão final do artigo foi integralmente revisada por todos os autores, os quais se declaram responsáveis pelo conteúdo apresentado. Essa informação deve constar em seções apropriadas do manuscrito, como Agradecimentos, Metodologia, ou em uma seção exclusiva dedicada à explicação detalhada das ferramentas de IA utilizadas e sua aplicação. 


FASE 1: Proposta

Docentes, pesquisadores e profissionais interessados devem submeter suas propostas pelo sistema JEMS da SBC até a data limite conforme o calendário. Cada proposta de minicurso poderá ter até 3 autores, estar contida em um único arquivo em formato PDF e estar de acordo com a estrutura a seguir, caso contrário será rejeitada sem ser analisada.

  1. Dados de identificação (uma página, no máximo):
    • Título do minicurso;
    • Autor(es) (instituição de origem, endereço, e-mail);
    • Nome do apresentador do curso (se houver mais de um autor, deve existir justificativa para cada autor no minicurso);
    • Resumos em português e em inglês até 150 palavras cada.
  2. Dados gerais (uma página, no máximo):
    • Objetivo do curso e tratamento dado ao tema como, por exemplo, teórico ou prático; oferecer uma visão geral de resultados ou um aprofundamento em aspectos específicos; apresentação ou comparação de tecnologias; formação de novas habilidades ou informação;
    • Perfil desejado dos participantes;
    • Infraestrutura para o minicurso.
  3. Estrutura detalhada do texto (de cinco a oito páginas, obrigatoriamente):
    • O texto de cada curso será um capítulo do livro da JAIE, devendo portanto ser constituído de seções e subseções;
    • Apresentar uma descrição precisa do conteúdo de cada seção e subseção, de maneira que seja possível avaliar o texto como um todo;
    • Lembre-se que nessa estrutura detalhada deve-se apresentar as justificativas e referencial teórico adequados que sirvam para julgar a qualidade do minicurso e o amadurecimento dos proponentes sobre o assunto;
    • Estratégia de ensino a ser adotada: apresentação da forma com que os autores pretendem interagir com os participantes, se será utilizada alguma ferramenta específica para eventuais atividades práticas etc.
  4. Material Existente (opcional):
    • Nessa seção, quando se aplicar, devem ser indicadas a existência de materiais complementares, como exercícios, aplicações e quaisquer outros materiais complementares já existentes (como um ambiente Web de apoio).
  5. Bibliografia utilizada na preparação do curso (no máximo uma página).
  6. Currículo resumido do(s) autor(es) (no máximo uma página para cada autor), incluindo uma seleção de publicações consideradas importantes para a proposta.

Os textos dos minicursos da JAIE devem apresentar material atualizado e de forte relevância na área de pesquisa, desenvolvimento e transferência de tecnologia, de forma didática e introdutória, e que, ao mesmo tempo, tenham potencial para despertar o interesse de acadêmicos e empreendedores. Como resultado, cursos de graduação e pós-graduação em Informática na Educação poderão usufruir de um livro texto de referência para auxiliar alunos e professores a cobrir os tópicos mais relevantes da área, facilitando a disseminação do conhecimento e a consolidação das pesquisas em Informática aplicada à Educação.

 

FASE 2: Texto do capítulo de livro

Os autores das propostas selecionadas para a segunda fase deverão preparar um texto de 15 a 25 páginas que será utilizado como material didático do seu minicurso e será incluído como um capítulo do livro a ser publicado.

Os autores deverão entregar os textos a serem incluídos no livro até a data estabelecida no cronograma do evento. Esse texto será revisto por pelo menos três integrantes do Comitê Editorial a ser formado após a seleção em função das áreas cobertas; destaca-se que a aprovação do texto por estes revisores é uma condição para que o curso seja incluído no programa final da JAIE.

A revisão das propostas levará os seguintes critérios em consideração:

  • Aderência à proposta inicial;
  • Corretude técnica do texto;
  • Qualidade da escrita;
  • Adequação da estrutura do texto enquanto material instrucional;
  • Aderência às instruções sobre a formatação do texto;
  • Qualidade das figuras, tabelas, equações, entre outros;
  • Qualidade dos resumos em português e em inglês.
 
 

FASE 3: Formato do texto final (capítulo do livro a ser publicado)

Os textos finais serão aceitos somente se estiverem no formato de capítulo de livro da SBC. Os autores deverão incluir todo o material necessário para que a Editora que publicará o livro possa gerar a versão final.

Os autores deverão atender às críticas e às sugestões dos revisores e entregar os textos finais até a data limite estabelecida no cronograma. Os autores dos textos a serem publicados deverão assinar um documento cedendo os direitos autorais à Sociedade Brasileira de Computação (SBC). O não cumprimento dos prazos ou o não atendimento das revisões solicitadas acarretará exclusão da proposta do programa das JAIE. Autores de Minicursos aceitos devem informar:

  • Título: aderente ao conteúdo do minicurso;
  • Resumo: com até 150 palavras;
  • Nome(s) do(s) ministrante(s);
  • Currículo resumido com até 300 palavras por ministrante;
  • Foto com boa resolução (mínimo 300 x 300).

Todos os autores devem fazer o upload do comprovante de pagamento de inscrição, via JEMS, até a data definida na seção datas importantes. Os minicursos serão publicados no formato de e-book. A publicação dos capítulos nos anais está condicionada ao envio do comprovante solicitado. O novo volume da Jornada de Atualização em Informática na Educação será publicado na página dos Anais da Jornada de Atualização em Informática na Educação (ISSN: 23167734) na SBC Open Library.

O(s) autor(es) da obra autoriza(m) a SBC a publicá-la de acordo com os termos da licença Creative Commons Attribution 4.0 International Public License (CC BY 4.0). Dessa forma, fica permitido ao(s) autor(es) ou a terceiros a reprodução, ou distribuição, em parte ou no todo, do material extraído dessa obra, de forma verbatim, adaptada ou remixada, bem como a criação ou produção a partir do conteúdo desta obra, desde que sejam atribuídos os devidos créditos à criação original. Cópias da obra não devem ser utilizadas de nenhum modo que implique o endosso da SBC.

Efetuar o download do TERMO DE AUTORIZAÇÃO DE PUBLICAÇÃO

Ao submeterem trabalhos ao JAIE, os autores reconhecem que estão em conformidade com o Código de Conduta para Autores em Publicações da SBC, o qual está disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/indice/conduta

Damos especial ênfase às diretrizes atualizadas sobre o uso de Inteligência Artificial Generativa na elaboração de textos de pesquisa. É mandatório que os autores declarem explicitamente qualquer emprego de ferramentas de IA Generativa, seja na fase de elaboração inicial ou nas revisões de seus trabalhos. Importante, essa declaração deve incluir não apenas a menção ao uso dessas ferramentas, mas também uma descrição de como foram aplicadas no processo de pesquisa ou escrita. O uso de tais ferramentas não exime os autores da responsabilidade sobre todo o conteúdo do artigo. Portanto, sugerimos que, ao final do processo de elaboração, os autores incluam uma declaração confirmando que a versão final do texto foi integralmente revisada por todos os autores, os quais se declaram responsáveis pelo conteúdo apresentado. Essa informação deve constar em seções apropriadas do manuscrito, como Agradecimentos, Metodologia, ou em uma seção exclusiva dedicada à explicação detalhada das ferramentas de IA utilizadas e sua aplicação.

Coordenadoras da JAIE 2024

Dr. Felipe Carvalho (PPGE/UNESA)
Lattes | felipesilvaponte@gmail.com

Dra. Lucia Maria Martins Giraffa – PUCRS
Lattes |  giraffa@pucrs.br

Dra. Milene  Selbach Silveira – PUCRS
Lattes | milene.silveira@pucrs.br

Coordenadores Gerais de Programa do CBIE 2024

Prof. Dr. Clodis Boscarioli (Unioeste)
Lattes | boscarioli@unioeste.br

Prof. Dr. Rafael Dias Araújo (UFU)
Lattes | rafael.araujo@ufu.br

Datas Importantes

24/06/2024 (era 10/06/2024): Data limite para submissão de trabalho – Fase 1
Nova data em solidariedade às pessoas autoras que vivem no Rio Grande do Sul.

15/07/2024: Notificação de aceitação das proposta de minicursos – Fase 1

26/08/2024: Data limite para envio do texto do minicurso – Fase 2

16/09/2024: Notificação de aceitação dos minicursos – Fase 2

23/09/2024: Data limite para envio da versão final – Fase 3

30/09/2024: Data limite para inscrição de pelo menos um autor por trabalho e envio do comprovante de pagamento de inscrição e termo de autorização de publicação via JEMS

Accessibility Toolbar